A Maldição Julina


Há algum tempo eu venho formulando uma teoria que se comprava a cada mês de Julho – acho que Janeiro também pode ser considerado. É a teoria da Maldição Julina. Calma que eu explico. Você foi condicionado a vida inteira a simplesmente parar no mês de julho. Ok, ok, janeiro também… mas julho é diferente, janeiro tá todo mundo molenga, em julho sempre foi mais gostoso porque todo mundo continua na pilha e você e seus amigos vão para esbórnia.

Você que tem aí os seus 20 e poucos anos, ainda não se desligou totalmente do calendário “escolar”. Até o final da faculdade, estamos sujeitos a ele. Isso começou quando você mal sabia falar e Newton era o porteiro do colégio. Olha só, eu tenho 22 anos… desses aí, uns 18 – no mínimo – julho significa frio, muitos cobertores, filmes, amigos, porra nenhuma pra fazer, cachaça, churrasco… (intermináveis coisas que fazemos nas férias). Daí você vai lá, cisma dessa palhaçada toda de envelhecer, trabalhar e não sei o que… e julho? Para os adultos (eca!) Julho é um março fazendo frio. Daqueles meses bem caídos, que tudo continua na mesma.

O problema é que a maioria de nós tem uma coisa que ali dentro da cabeça que está pouco se fodendo para o que você quer. O cérebro meu amigo, minha amiga. Ou – carinhosamente chamado por mim – maldito pedaço de carne que não me obedece (tem outra parte do meu corpo que eu chamo praticamente do mesmo nome, só troco o maldito por bendito). Sim, a nossa massa cinzenta que – apesar do que dizem os estudos – é lerda, grita lá de cima. “Que porra é essa?! É JULHO meu filho!”. Ele grita isso, toda vez que você acorda às 8 – você nem imagina o que ele diz quando é 7 -, toda vez que você vai trabalhar, toda vez que você jura que vai escrever no blog, toda vez que [qualquer coisa que não esteja relacionada inteiramente ao prazer das férias].

Não é apenas eu, tenho certeza que muita gente lá pelos 32 (depois disso a maioria já é adulto de verdade, igual aqueles de quando a gente é criança) ainda sente um peso puxando para trás durante os 31 dias de julho. Todo mundo sente que tem algo errado no mundo.

Eu exijo ponto facultativo no mês de julho. O candidato que apresentar a proposta tem o meu voto.

Falo sério.

***

1 – O título do post também pode ser, Desculpa esfarrapada por não postar há 5 dias.

2 – Eu nem preciso dizer que estou com preguiça demais para linkar alguém né?

3 – Não, não vou prometer nada esse mês.

Pedro Turambar

Já fui de um tudo nesta vida, mas há uma coisa que nunca deixei de ser: escritor. Escrevo para viver e manter minha sanidade em um mundo tão louco. Sou uma mistura de palavras, lágrimas e reclamações.

You may also like

11 Comentários

  • Jujuana
    22/07/2009 at 05:04

    Maldição julina mesmo é uma “festa julina” que tá mais pra orgia na porta da sua casa com 4 caixas de som tocando funk até as 4 da manhã.

    • Diego Camara
      22/07/2009 at 13:50

      @Jujuana,

      É… você venceu essa fácil fácil!

  • Bárbara
    13/07/2009 at 19:17

    Pedraméééérico (peguei mania agora)… Quando temos muito pra fazer.. queremos nada.. Quando não temos nada pra fazer.. queremos tudo! Oh dúvida… Eu soh sei que eu to mais atoa que o batman de cueca vendo Barcelona x Real Madrid.

  • rick felix
    13/07/2009 at 12:35

    Maldição é ter em JULHO um feriado que cisma em acabar…droga de segunda-feira normal dentro de Julho…ponto facultativo..já o/ !!!!!

  • Cássio Godinho
    13/07/2009 at 12:26

    Foda mesmo é no primeiro dia de férias acordar as 7 e meia com uma mulher falando no telefone “Alô? Cássio? Seu pedido de estágio aqui na prefeitura foi aceito, traz a documentação pra mim hoje e pode começar amanhã as 7 horas”.
    Que baita FUUUUU eu soltei, pedi essa porcaria de estagio 4 meses atraz e logo agora me chamam…
    =/

  • Carla Maris
    13/07/2009 at 11:54

    Ahhh, nem me fale…
    To morrendo de sono…to cansada…estressada com o povo aqui….senhor!!!
    Por que??!!!!
    Sinto falta de ser criança….onde minhas maiores preocupações eram o filme que ia passar na sessão da tarde e se tinha doce no armário….

  • Leandro Prudente
    13/07/2009 at 03:04

    Pois então. Ótimo texto (de novo), e, tipo, tenho míseros 17 anos e comecei a trabalhar agora nas férias e sei o que você ta passando. Eu como mísero estagiário (em primeira instância, sem remuneração) tou sofrendo pacas com esse ‘acordar cedo’ em julho. Meu cronograma biológico dificilmente se acostuma, e, é hard pracaraleo ficar correndo dali pra aqui porquê você sabe, né, e chegar cansadão e pensar que no outro dia a mesma correria. Que inferno!
    Mas ao menos você relaxa o dobro nas férias de janeiro [Acredito eu, né]
    hehe
    vamos ver como vai ser daqui pra frente.

    Abraços

LEAVE A COMMENT

Quem?

Pedro Turambar

Pedro Turambar

Gosto de escrever, reclamar e não tenho controle sobre chorar. Escrevo há 10 anos sobre a loucura de viver em sociedade, futebol e falo bem e mal das coisas que leio, vejo e ouço.

Newsletter - ¡Desmotive-se!

Fanpage

Mais

Arquivos