Quantas bufadas você deu hoje?

24 August 2015

Quantas bufadas você deu hoje?

Bufar
v.i. Expelir ar pela boca, com força.
Bras. Dar bufas.
Bras. (Gír.) Protestar com veemência, enfurecer-se: bufar de raiva.

 

Existem duas perguntas primordiais que eu gostaria de fazer a você que está lendo, a primeira é:

  • Quantas bufadas você por dia e por quê?

Essa pergunta pode vir como um alento, ainda mais se está em constante insatisfação (e nós estamos, o tempo todo). A resposta, geralmente, está na ponta da língua. Alguém, alguma situação, seu estômago, seu time, sagitário com ascendente em Vênus. Conseguimos enumerar, em instantes, as coisas que nos impedem de ser a imagem de sucesso que temos de nós mesmos.

O único problema, é que a resposta nunca é dada de maneira correta. Que no caso seria: Algumas. Por minha causa mesmo, porque ou; eu não sei o suficiente ou não sou bom o suficiente. Ainda.

A segunda pergunta:

  • Quantas bufadas você gera por dia e por quê?

O primeiro passo é aceitar que fazemos merda de vez em quando, e que ‘de vez em quando’ é muito mais frequente do que queremos acreditar. A resposta certa para essa pergunta, acredite, é exatamente a mesma da primeira.

O problema entre culpar o as estrelas e alguma falha pessoal, de caráter ou mesmo habilidade é maturidade.

Para ilustrar, encontrei hoje no Update or Die uma imagem genial que joga na sua cara exatamente o que eu quero dizer.

do site Virus Comix.

unnamed-3

 

Traduzindo:

Um ser imaturo seria alguém que:

– Culpa o mundo pelos problemas

– Assume o pior de todo mundo

– Despreza os esforços das outras pessoas

– Tem medo

– É inconsequente

– É obcecado por status

– Pensa que é sobre a idade

– Se auto-intitula

– Leva tudo para o lado pessoal

– Joga problemas para os outros

– Tem que estar certo

– Não admite responsabilidade

– Foca nas diferenças

– Manda e exige

– Sabe tudo

– Morre e ganha só algumas batalhas

 

No meio termo, entre maduro e imaturo:

– Despreza a indiferença

– É determinado

– Quer solucionar os problemas

– É obcecado por questionamentos

– Sabe que não tem a ver com idade

– Nasceu para escalar

 

Um ser maduro seria alguém que:

– Culpa a si mesmo pelo mundo

– Assume o mínimo possível sobre as pessoas

– Quer ajudar

– Foca em ter amigos

– Respeita a inteligência alheia

– É obcecado por fatos

– Fala de problemas com os outros

– Não tem medo de cair

– É um bom ouvinte

– Conhece limites

– É grato

– Não sabe nada

– Morre feliz, ganhou a guerra.

Tenho a intenção de olhar para essa imagem todos os dias com a intenção de me identificar mais na área verde que na vermelha. Maturidade é uma questão de tempo e experiências, mas só se estivermos abertos a ela. Quanto mais o tempo passa, mais difícil fica aceitar que estamos errados e que precisamos de novas perspectivas.

Talvez irá me ajudar a refletir sobre as bufadas que eu ando dando e gerando e o que elas tem a ver com minhas atitudes em relação às minhas interações diárias. Talvez ajude a você fazer o mesmo.

Assine a minha newsletter aqui e receba artigos sobre produtividade e criatividade toda sexta de manhã. :D

LIVRO

 

0

Criei esse blog em 2007 para me incentivar a escrever uma saga que eu daria o nome de O Crepúsculo. É, pois é. Tudo mudou e hoje uso o blog para falar mal de coisas, usando meu dom divino de ser chato para car*&$#%.

%d bloggers like this: